Técnica 51 - A Revanche Libertária

Não se deve confundir revanche necessariamente com vingança. Revanche antes de tudo diz respeito à ideia de reparação. Reparação que ocorre em face de um nova oportunidade perante o antigo adversário. Nessa nova oportunidade, poderá então ocorrer a continuidade da prisão do passado, com a vingança, ou, pelo contrário, a libertação daquele ciclo anterior, com a desforra superavitária, positiva, da resolução daquele passivo.

A Revanche Libertária é uma técnica que coloca o antigo vencido, aquele que perdeu, que saiu no prejuízo em uma situação anterior, na posição de mando em nova oportunidade, agora de dominância pacificadora.

Ao estar novamente em face do adversário, numa nova oportunidade, mas agora em situação de dominância, a saída pela técnica libertária dependerá da altivez do indivíduo em colocar-se acima de ressentimentos e do atavismo da vingança.

Para dar a voltar por cima, é necessário que agora, numa demonstração de moral e presença de espírito, o indivíduo saiba colocar a limpo a situação anterior, às claras, com a menção da ocorrência e de tudo o que sofrera com o erro do outro, olho no olho.

Na sequência, deve deixar claro que, apesar disso, não será revanchista, a ponto de exigir vingar-se. 

Entretanto, deverá posicionar-se com assertividade no sentido de que não mais admitirá situação como aquela e que, agora, eventuais liberdades ou aberturas, cuja permissividade resultou na ocorrência passada, não irão mais ser toleradas. Assim, novas condutas serão exigidas em precaução e para seguridade daquela nova oportunidade.

Essa assertividade e a colocação das coisas em pratos limpos, estabelecendo um novo campo profilático perante aquela pessoa é o passo à libertação dos seus equívocos do passado. Se o outro não aceitar o diálogo, em negação ou em acusação, não haverá mais a necessidade de retrucar, apenas posicionar-se em prol do encerramento daquela situação, com objetividade.

Uma vez passada essa situação, não necessariamente haverá que retornar ao que existia anteriormente. Libertação não é retornar ao passado, é seguir em frente, livre, sem ressentimentos. E isso não dependerá mais do outro para ocorrer.