Técnica 45 - Antiescalada

Escalada é a intensificação do conflito, quando as partes vão colocando cada vez mais "lenha na fogueira", ao ampliar as discussões, os insultos, as provocações e os atos contrários a outra parte. Antiescalada é o ato de encerrar a escalada, tomando para si as rédeas do discernimento.


A primeira das atitudes de discernimento é não revidar a qualquer ataque verbal da outra parte. Encerrar a discussão naquele nível e, se necessário for, requerer um tempo para recomeçar as tratativas em busca de um acordo.

Num segundo estágio, depois de um intervalo, na antiescalada o indivíduo deve demonstrar e conscientizar a outra parte como se sentiu ofendido por suas palavras e que, mesmo assim, optou por não revidar, pensando sobre o melhor atitude a ser tomada para a solução do problema e não para a sua intensificação.

Ao mediador é dado o papel central de evitar qualquer tipo de escalada, de não permitir ofensas entre as partes e de estabilizar o debate em prol da solução do conflito, conscientizando as partes sobre a necessidade de manter a urbanidade e não provocar a escalada.

Não obstante, evitar qualquer tipo de escalada deve ser algo consciente por todos os envolvidos e, uma vez ocorrida, todos devem contribuir para o seu pleno encerramento e retorno ao equilíbrio.

Daí ser necessário uma conversa franca sobre como as ofensas atingiram as partes, onde cada qual deve se manifestar sobre como se sentiu e desculpar-se mutuamente sobre o ocorrido.