Técnica 43 - Anticonflitose SIBIA

SIBIA é a conflitose é a neurose do conflito. Enquanto patologia social que envolve duas partes, a conflitose deve ser tratada na mediação enquanto foco central do problema. Logo, o uso dessa técnica implica em que as partes devam focar sua atenção na solução da neurose existente, que é o conflito instalado.

O sintoma da conflitose é o conflito. Esse conflito instalado representa uma síndrome de bloqueio da intercomunicação adquirida (SIBIA), uma patologia social. De origens multifatoriais, as causas dessa síndrome vão desde dificuldades financeiras até psicopatia.

Se as partes conseguirem tirar o foco nas suas posições assumidas, a partir do entendimento de que há uma neurose instalada e que deve ser curada, a mediação passa a ser o procedimento terapêutico e a solução o único remédio possível, dentro do seguinte diagrama:

a) Neurose instalada: conflitose SIBIA.
b) Sintoma: conflito social
c) Terapêutica: mediação com foco na cura da neurose
d) Remédio: solução acordada do conflito.

É preciso uma postura ativa do mediador na aplicação dessa técnica. Ela deve ser usada logo de início, para que as partes possam entender a existência da patologia e assim, tenham condições quebrar as resistências mentais nas posições, que são decorrências sintomática do conflito formado.

Uma vez que todos entendam a existência da patologia neurótica, é natural que ninguém goste de estar doente e busque colaborar à cura do problema (acordo pacificador).