Técnica 42 - Teste de Realidade

Na Psicanálise de Melanie Klein, o teste de realidade fui um instrumento criado para se avaliar o alcance entre o real e a fantasia, naquilo que é dito pelo paciente. No teste de realidade envolvendo conflitos, não se trata somente da juntada de provas aos autos, mas sim, da busca do que é o cerne real do conflito, testando a ocorrência perante ambas as partes.

Nesses casos, será considerado realidade somente aquilo que for confirmado por ambas as partes. O que não for confirmado, deverá ser confrontado com as provas apresentadas para se chegar a algum indício de realidade.

A partir daí, no que ainda persistir dúvida, o mediador poderá ir até o local da ocorrência, da obra, do problema havido e examinar os fatos in loco.

Feito isso, na próxima audiência será feito o confronto entre as provas, as versões e que foi verificado no local, buscando estabelecer um diálogo até que se chegue a um consenso ampliado e aceito perante ambas as partes, daquilo que é considerado realidade no conflito.

Sobre o que for aceito com realidade por ambos, então será mediada uma solução conforme os dados fáticos e possibilidades jurídicas envolvendo a causa.

Sobre aquilo que ainda não for aceito, deverá ser recomendada uma investigação pessoal sobre o porquê daquelas alegações sem fundamento objetivo, mas que são importantes na avaliação íntima que levou até a ocorrência daquele conflito.